Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria de

Sistemas Penal e Socioeducativo

Início do conteúdo

Polícia Penal lança novo site para facilitar o acesso à informação

A publicação do portal também marca a troca do nome da instituição

Publicação:

WhatsApp Image 2024 06 20 at 15 26 30
O processo de transição da marca vem acontecendo desde 2022, com a padronização das viaturas e uniformes dos servidores e elementos visuais das unidades prisionais.
O processo de transição da marca acontece desde 2022, com a padronização das viaturas e uniformes dos servidores - Foto: Jonathan Silva/Ascom Polícia Penal

Em mais um movimento de qualificação e de reconhecimento para o sistema penal, a Polícia Penal coloca no ar, nesta quinta-feira (20), novo portal de notícias. Desenvolvido em parceria com a Procergs, o site apresenta uma visualização que facilita a busca pelas informações e acesso aos serviços. A ação também marca a transição do nome Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) para Polícia Penal, criada por meio da Emenda da Constituição Estadual 82/2022.

O secretário de Sistemas Penal e Socioeducativo, Luiz Henrique Viana, ressalta que essa nova etapa da Polícia Penal é um marco esperado de transformação da instituição. “Essa atualização não é apenas a troca de nome. É a continuação de um trabalho que vem sendo edificado por meio de qualificação no sistema prisional. Nunca houve tanto investimento como nos últimos anos e, mesmo com dificuldades, temos avançado muito.”

O processo de transição da marca vem acontecendo desde 2022, com a padronização das viaturas, uniformes dos servidores e elementos visuais das unidades prisionais. Para Mateus Schwartz, superintendente da Polícia Penal, este é mais um passo no processo de transição da instituição que, desde 2019, vem inovando e qualificando o sistema prisional. “A atualização do nosso site é a sequência do processo de implementação da identidade visual da marca Polícia Penal. É mais uma etapa da apresentação dela à sociedade gaúcha. Iniciamos com a padronização das viaturas, da utilização da marca em uniformes e agora é a vez dos meios digitais receberem a Polícia Penal”, afirma o superintendente da Polícia Penal, Mateus Schwartz.


Transição do nome Susepe para Polícia Penal

Desde 1968, ano de criação da Susepe, muitas mudanças ocorreram no sistema prisional gaúcho. A instituição vive um momento de grandes investimentos voltados à estruturação – em novas unidades, armamentos, viaturas e equipamentos –, ao aumento do quadro de servidores e à constante qualificação dos serviços prestados.

A efetiva criação da Polícia Penal, incluída na Constituição do Estado pela Emenda Constitucional n° 82/2022, é mais um marco na qualificação da segurança pública. A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) passa agora a ser chamada de Polícia Penal em seus meios de comunicação oficiais. A alteração ocorreu no site que, agora, segue o padrão do governo do Estado. Além disso, já foi feita a solicitação de alteração nas redes sociais, Facebook e Instagram, e também para os e-mails funcionais.

“A Polícia Penal seguirá prestando com excelência a sua missão: de garantir a segurança da população e de promover a ressocialização de pessoas que, por algum motivo, descumpriram regras sociais. A alteração do nome não representa o encerramento de uma trajetória, mas sim o reconhecimento da importância deste órgão fundamental para a segurança pública do Rio Grande do Sul”, explica Schwartz.

Texto: Ascom Polícia Penal

Secretaria de Sistemas Penal e Socioeducativo